VIVENDO A LIDERANCA

Gostou? compartilhe!

Veja nossos artigos

VIVENDO A LIDERANCA

O evento, realizado via tele-conferencia pela DTCom, teve a presenca de renomados gurus da administracao como Jack Welch, Ken Blanchard, John P. Kotter, Rudolph Giuliani, entre outros.

Cada um deles, de maneiras e com argumentos diferentes, detalharam a lideranca e as praticas de sucesso, relacionando-as aos resultados empresariais e as mudancas. Rudolph Giuliani, prefeito de Nova York, compartilhou sua experiencia de liderar um momento de crise decorrente dos atentados de 11 de setembro. Jack Welch ressaltou a importancia de nos cercarmos de uma equipe competente. Michael Abrashoff, que foi comandante da marinha norte-americana, tracou um paralelo entre comandar um navio e vivenciar um papel de lider. Kotter falou entre outras coisas sobre as diferencas de lideranca e gestao.

A essencia que cada um passou se resume em como ser um bom lider, como aplicar isso na pratica do dia a dia para otimizar resultados, relacoes de trabalho e qualidade de vida. Ser um bom lider e viver durante o expediente praticas que nao se aplicam somente ao trabalho, mas sim para todas as situacoes da vida.

Quais sao estes segredos revelados?

Mudancas dependem mais do coracao que da razao: para realizar mudancas com sucesso e preciso atingir o coracao das pessoas e nao ficar somente no racional.

Fazer a coisa certa:ou seja, honrar a Deus na atuacao como lider, sem pretender passar nenhuma mensagem religiosa, significa fazer o bem independentemente da cultura ou credo. Fazer coisas boas, para a organizacao, para os clientes, para a equipe, para o proximo e para voce mesmo.

Ser humilde:Ser humilde significa sair do papel de superior, onde somente as sua ideias e que sao as melhores, significa tirar a mascara da arrogancia e valorizar cada pessoa da equipe. Significa ainda ajudar, ser prestativo, ser colaborador, estender a mao para cada um que necessita. E fazer certo a coisa certa! O bom lider e aquele nao valoriza o reconhecimento e congratulacoes, mas sim valoriza resultados e atribui e compartilha os creditos de um bom desempenho com toda a equipe com humildade.

Ao concluir sua apresentacao, Ken Blanchard relatou um pequeno conto que se relaciona muito com o como lidamos com o jogo da vida.

Neste tempo de tantas mudancas, nada e permanente e devemos praticar o desapego, principalmente das coisas e dos padroes conhecidos. Devemos sim nos preocupar com os bens materiais, acumular riquezas, curtir e aproveitar a vida, mas devemos tambem ter consciencia que cada um de nos tem o papel de liderar mudancas, de desenvolver pessoas e criar oportunidades de crescimento.

Um dia nao mais estaremos aqui e o que levaremos e somente fruto do nosso amor. O resto volta para a caixinha no jogo da vida.



Gostou? compartilhe!

Whatsapp Boog Whatsapp Boog