R. Andréa Paulinetti, 274 - São Paulo-SP 11 5183-5187 11 5183-5096 11 983975531



O VERDADEIO ENCONTRO

Gostou? compartilhe!

Veja nossos artigos

O VERDADEIRO ENCONTRO

Tudo comecou quando encontrei um ex-colega Voce vai ao nosso jantar de comemoracao dos 28 anos, que concluimos o segundo grau no Vieira? Tomei um susto! Como o tempo pode passar deste jeito, sem cerimonia e sem aviso previo e a gente nem se dar conta?.

Depois de digerida a noticia, veio a expectativa da semana. Tentei alertar meus filhos para viverem o momento presente, de como a vida e rapida, mesmo sabendo que eles teriam que descobrir isto sozinhos. Vivi tambem a expectativa da espera.Claro que um colega ou outro, a gente acaba encontrando, mas haveria gente la que eu tinha visto com 17 e iria ver agora com 45 anos.Que coisa doida a vida e a sua relacao com o tempo!

Cheguei meio emocionado, como quem vai ao encontro de sua historia. As lembrancas iam chegando de mansinho, colegas que nem lembravam que eu existia e outros que vinham ao meu encontro com um sorriso generoso, para meu deleite.Como e forte a necessidade do ser humano depertencer e ser reconhecido como membro de um grupoe ao mesmo tempo se sentirunico e especial.

Que mudanca! Ontem eramos jovens, nos sentiamos donos do mundo e hoje fomos transformados em distintos pais de familia, como a confirmar aquela musica do Legiao Urbana Somos iguais aos nossos pais.Nomes pomposos de executivos poderosos, medicos de renome e outros profissionais de valor, resumidos, por uma noite, a engracados apelidos. Um que eu chamei pelo nome, me corrigiu no ato, exigindo o direito de ser chamado pelo codinome que o apelidavamos na epoca.

Foi uma noite para ficar na historia, noite de rever antigos colegas, o amor platonico que me deixava sem ar, mas o verdadeiro encontro ainda estava para acontecer e nem tinha caido a ficha para mim ainda. O verdadeiro encontro que teria era comigo mesmo, como a confirmar a frase de Osho A cada tempo a gente e um.

Eneste encontro meio que prestacao de contas, do meu verao com meu outono, pude entao confrontar sonhos e as dores e as delicias de minhas escolhas. E ai, cara a cara, pude perguntar para meu passado Gostou no que se transformou? Para ate ter humildade de dizerSe nao, desculpe! Foi o melhor que pude fazer.

Ainda bem que temos, eu e meus colegas, pelo menos teoricamente, mais 28 anos. Que possamos, entao, continuar nossa caminhada, integrando estas duas personalidades, entendendo que nesta diversidade reside nossa beleza e que, apesar das distracoes e dos superfluos que a vida nos apresenta, possamos ser fieis a aquilo que sempre nos e essencial em qualquer fase da vida,ser feliz.



Gostou? compartilhe!

Whatsapp Boog Whatsapp Boog