+55 (11) 5183-5187 / 5183-5096

contato@boog.com.br

COMO MOTIVAR?

Gustavo G. Boog

Motivação se tornou uma palavra mágica, como um oxigênio buscado pelas empresas em encontros gerenciais, convenções de venda e reuniões de diretoria. Palestrantes atendem aos pedidos de seus clientes, oferecendo apresentações dinâmicas que pretendem criar e reforçar a motivação. Mas, será que realmente podemos motivar alguém? Um líder pode delegar a um palestrante sua responsabilidade nesta área? o que está por detrás da busca por motivação? quais os “segredos” que asseguram que alguém esteja motivado? como assegurar motivação que dure mais que o dia da palestra?

Ninguém motiva ninguém!!!
Este é talvez o mais importante fator ligado a motivação, que é um processo interno de cada pessoa. Motivação é uma porta que se abre por dentro. Os líderes nas organizações tem o importante papel de estimular as pessoas, mas são incapazes de motivar quem quer que seja. Cheguei a constatação que o fator mais importante para a motivação, sobre o qual o líder tem controle, é estabelecer uma visão de futuro que faça sentido para as pessoas, alinhar os sonhos do líder com os dos liderados, e com isto inspirar as pessoas a participarem da “causa”, desempenhando para atingir e superar resultados, com a perspectiva de receber seu quinhão (material, emocional e espiritual) dos benefícios gerados. O verdadeiro líder é aquele que tem seguidores voluntários, e com esta visão compartilhada se consegue a adesão dos liderados. Isto significa motivação, comprometimento, energia, garra, dedicação, entusiasmo: as pessoas realmente ficam dispostas a realizar tarefas, a colocar seus talentos a serviço de uma causa na qual acreditam. Estão até dispostas a sacrifícios pessoais.

Quando as pessoas são movidas pelo medo ou pela necessidade de apenas ter um rendimento mensal que lhes assegure sobrevivência, fica muito difícil se falar em verdadeira motivação. O desempenho no máximo será uma conveniência de momento. No fundo, toda motivação é auto – motivação, que deve brotar e fluir do coração. Cada pessoa, a cada momento, faz esta escolha. Os líderes podem, quanto muito, sensibilizar as pessoas, tocando algo dentro delas que as leve, por si próprias, a abrirem a porta da motivação.

O que está por detrás da busca por motivação?
A grande demanda nas organizações é por resultados de negócios. As pessoas querem contribuir para suas empresas, mas querem ser respeitadas em sua busca por qualidade de vida. Com margens cada vez mais apertadas, com competição feroz, com ameaças que podem vir de qualquer lugar do planeta, assegurar faturamento, margens, boa posição no mercado são requisitos fundamentais. Li recentemente uma frase atribuída ao presidente americano Harry Truman, que “liderança é a habilidade de motivar outros a trabalhar e de fazer com que gostem do trabalho”. O líder pode promover o alinhamento de interesses da empresa e do seu pessoal. Os resultados de negócio dependem de muitos fatores, mas está mais que comprovado que e o desempenho humano é o que assegura asobrevivência, a saúde e a perpetuidade da empresa.

O que influencia o desempenho humano? 
O desempenho humano depende de vários fatores que precisam se integrar para que se manifeste plenamente. Ausências ou carências em qualquer um dos aspectos prejudica o resultados final.
•    Motivação: é o querer fazer. É influenciada por:
•    necessidades individuais: iniciando pelas básicas, segurança, sociais, auto – estima e finalizando com a auto – realização). Esta hierarquia de necessidades foi estabelecida por Maslow, que assinalou que as necessidades de nível mais alto só se manifestam quando as anteriores estão razoavelmente preenchidas. Isto indica aos líderes critérios de prioridade de ação. A fase da vida e aspirações individuais definem a intensidade das necessidades: um profissional junior tem necessidades bastante diferentes de um senior.
•    cargo em si: define o grau de utilização do potencial que cada um tem
•    meio ambiente empresarial: atuação das lideranças, forma do trabalho em equipe, atuação do sindicato, estrutura da organização, clima e cultura, políticas de gestão de pessoas)
•    Capacidade: é o saber fazer. É influenciada por:
•    Conhecimentos: educação, experiência e treinamento
•    habilidades
•    atitudes
•    Fatores técnicos: é o poder fazer. É influenciado por:
•    processos
•    condições físicas, equipamentos e tecnologia

Assegurando motivação permanente
Existem recursos perenes e voláteis para a busca da motivação.
•    Voláteis: se ligam mais aos efeitos da “desmotivação”. Palestras, encontros e workshops têm impactos altamente positivos na motivação, trazendo percepções novas sobre as tarefas, os relacionamentos, os desafios, a visão nova que se pretende implantar. Tem um poderoso efeito motivacional, mas, por si só, são efêmeros, um “fogo de palha”, se não forem consistentemente apoiadas por ações que assegurem a perenidade da motivação (isto é entendido por todos, mas dificilmente praticado: assume-se que uma “palestra motivacional” de 2 horas resolverá o problema da motivação). Quanto mais a palestra ou workshop estiver ligada, alinhada e integrada à realidade concreta de uma equipe ou empresa, maior a possibilidade de não estarmos criando uma “ilha da fantasia”
•    Perenes: se conectam as causas, e são por excelência o campo de atuação das lideranças. Envolvem aspectos tais como assegurar que as pessoas…
•    … sintam-se participantes, conectadas e orgulhosas quanto aos propósitos de suas áreas, unidades de negócio e empresa
•    … tenham o treinamento e a capacitação para as tarefas que executam
•    … tenham as informações, equipamentos, ferramentas e materiais para o desempenho de seu trabalho
•    … tenham o reconhecimento emocional (reforço positivo) por resultados destacados que atingiram
•    … tenham a recompensa material proporcional à contribuição que trouxeram: salários, benefícios, bônus, prêmios, participações, etc.
•    … tenham a possibilidade de auto-realização, de crescer e de se desenvolver tanto como pessoas,  tanto como profissionais
•    … tenham a possibilidade de criar, influenciar e melhorar processos, relações e ambiente de trabalho
•    … sintam-se integrantes e participantes das equipes

Com estes referenciais está mapeado o caminho para a conquista da motivação.

 

Ver Todos os Artigos

SOLICITE ATENDIMENTO


captcha